AML lança concurso para plataforma tecnológica

09 fevereiro 2021
2min.

A Área Metropolitana de Lisboa lançou um concurso público internacional no valor de 2,8 milhões de euros, no âmbito das suas funções enquanto autoridade de transportes e tendo em vista os diversos serviços a prestar aos passageiros.

---

A plataforma é mais um elemento essencial para a edificação da infra-estrutura tecnológica integradora de serviços e sistemas inteligentes de transportes que a AML está a desenvolver, onde se incluem os sistemas de bilhética e de informação ao público. O concurso, sob a designação 021/CEML/2021, pode ser consultado na saphetygov. As propostas deverãoser apresentadas, até 4 de Março de 2021. A plataforma será uma peça essencial para amelhoria dos serviços prestados aospassageiros de transportes públicos e, simultaneamente, para a promoção de uma maior interoperabilidade e integração entre os serviços dos diferentes operadores na área metropolitana de Lisboa.

Será, por isso, responsável pela gestão de dados, pela disponibilização de informação para serviços abertos (potencialmente também a promover por terceiros) e pela prestaçãodeserviços exclusivos e serviços internos, essenciais ao exercício das competências da Área Metropolitana de Lisboa, como autoridade de transportes. Este processo é mais um passo imprescindível à operacionalização do novo serviço de transporte rodoviário de passageiros na área metropolitana de Lisboa, previsto para o final deste ano, que materializará uma oferta substancialmente mais completa do que a existente, maior eficiência, maior sustentabilidade ambiental, melhor qualidade do serviço, rejuvenescimento substancial da frota, mais responsabilidade social, melhor imagem, informação mais completa e maior foco nos utentes. A rede, desenhada de raiz durante cerca de um ano pela Área Metropolitana de Lisboa, irá cobrir a região metropolitana de Lisboa com cerca de 600 linhas rodoviárias, que se traduzirá num aumento de cerca de 40% face aos serviços de transporte rodoviário actualmente existentes. Recorda-se que a AML, no âmbito deste projecto tecnológico, tem, em avançada fase de conclusão, 18 quiosques que disponibilizarão no momento, já personalizados, os cartões Lisboa Viva/Navegante e permitirão, também, o seu carregamento. Está ainda a desenvolver a modernização do sistema de bilhética e tem em adjudicação 320 painéis de informação sobre o tempo de espera dos autocarrosnas paragens, e mais 50 painéis informativos indoor

Tags

Recomendamos Também

Revista
Assinaturas
Faça uma assinatura da revista EUROTRANSPORTE. Não perca nenhuma edição, e receba-a comodamente na usa casa ou no seu emprego.