APAT faz circular comunicado de agradecimento

20 abril 2020
4min.

A Eurotransporte recebeu da Associação dos Transitários de Portugal (APAT), um comunicado onde a Associação se congratula com a EU que iniciou a liderança da crise ao mesmo tempo que agradece o esforço dos seus associados e empresas de transportes e logística, neste que é um tempo de excepção.

---

Obrigado, mas fazemos o mesmo de sempre

O ano de 2020 ficará para a história como o ano da COVID-19.

Este é um evento único e que só estávamos “habituados a ver” nos filmes de ficção científica.

Esta situação veio apresentar a todos a complexidade das circunstâncias quando sujeitos a uma pandemia com impactos significativos na saúde e em toda a economia. Estes impactos têm por sua vez requerido frieza e tranquilidade para garantir o transporte seguro e eficiente de carga, apesar das condições desafiadoras e perigosas, com risco da própria vida.

É nestas condições que os Transitários Portugueses estão totalmente comprometidos em garantir que os medicamentos, equipamentos médicos, alimentos e outros bens necessários para as pessoas e empresas em todo o território Nacional sejam transportados sem comprometer os altos níveis de serviço, correndo em alguns casos perigo, pois estas cargas tornaram-se nos dias de hoje, cargas de alto valor. Aliás, a Comunicação Social na sua generalidade tem dado cobertura às verdadeiras proezas dos nossos Associados que arduamente têm continuado focados em manter e apoiar os nossos clientes e o povo Português nesta situação complexa, em que urge salvaguardar e manter o sistema logístico em funcionamento para que nada falte.

O País e a generalidade das empresas não estavam preparados para um fenómeno desta natureza e estão a funcionar no limite dos seus recursos, pois houve que preparar planos de contingência, ajustar as operações às medidas tomadas, ou seja, manter a actividade com menos pessoas, mas com o mesmo nível de qualidade, confiança e excelência.

Independentemente do que foi a reacção inicial, sem preparação e sem conhecimento fundamentado de como reagir a uma situação destas, soubemos estar à altura dessas dificuldades, ainda que em nossa opinião algo poderia ter sido diferente para melhor.

Vem agora a União Europeia (UE) definir três critérios, três princípios básicos, sete medidas complementares e nove recomendações no sentido de enquadrar a saída de forma concertada entre todos e debaixo de orientações gerais. Este Roteiro Europeu Conjunto para o levantamento das medidas de contenção não significa que as medidas devam ser levantadas imediatamente, pretende antes fornecer um enquadramento para assegurar uma coordenação ao nível da UE e transfronteiriça.

Apraz-nos registar que finalmente temos algum tipo de coordenação ao nível Europeu. Até podemos ter chegado todos a este ponto de forma diferente, mas agora que estamos todos no mesmo “barco” devemos remar todos para o mesmo lado sob a voz do mesmo “skipper”.

Aparentemente e por estarmos numa altura em que se perspetiva o aliviar do confinamento ainda que de forma muito consciente, gradual e lenta, é o momento de expressar publicamente um enorme voto de agradecimento a todos os nossos Associados que se mantêm firmes e focados em ajudar Portugal.

Porque tudo está diferente, estamos verdadeiramente gratos aos esforços permanentes e ininterruptos de todos os profissionais de todas as empresas que têm contribuído arduamente para que as operações sejam bem-sucedidas, para que tudo venha a ficar bem.

António Nabo Martins

Presidente Executivo

 


Tags

Recomendamos Também

Revista
Assinaturas
Faça uma assinatura da revista EUROTRANSPORTE. Não perca nenhuma edição, e receba-a comodamente na usa casa ou no seu emprego.