ZF torna-se fornecedor completo para sistemas de transporte autónomo

14 outubro 2021
7min.

A ZF está a expandir a gama de produtos para sistemas de transporte autónomo e eléctrico.

---

Com efeito imediato, o Grupo disponibiliza não só os próprios veículos de transporte, mas também todos os serviços suplementares necessários para o planeamento, implementação, operação, manutenção e reparação de sistemas autónomos de transporte de passageiros. A ZF está a direccionar a sua oferta às cidades e operadores de mobilidade urbana para acelerar a expansão desta importante opção de mobilidade. Os shuttles da ZF podem resolver muitos dos problemas graves de tráfego, uma vez que transportam pessoas de forma mais rápida e reduzem o número de automóveis nas ruas, bem como as emissões relacionadas com o tráfego em metrópoles. Além disso, os shuttles facilitam a ligação das zonas rurais aos centros urbanos.

De acordo com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), o tráfego urbano é responsável por cerca de 40% das emissões globais de transportes de passageiros prejudiciais para o clima. No entanto, tanto o número de habitantes das cidades como as suas necessidades de mobilidade aumentarão significativamente nas próximas décadas. Para além da electrificação acelerada do tráfego urbano, são necessários conceitos inteligentes de mobilidade para que as cidades possam ajudar a cumprir as suas metas climáticas e oferecer aos seus habitantes um lugar mais atractivo para viver.

Uma solução são os sistemas autónomos de transporte de passageiros.
Na preparação para o Congresso Mundial ITS, que se realiza de 11 a 15 de Outubro, em Hamburgo, a ZF mostra como essa solução se está a tornar muito mais acessível e atractiva para os municípios. Para além dos veículos de transporte puramente alimentados a bateria e de condução autónoma, que o Grupo mantém no seu portefólio desde a aquisição da empresa 2getthere em 2019, a ZF passa a disponibilizar também todos os serviços necessários para o planeamento, implementação, operação, manutenção e reparação de um sistema de transporte autónomo.

Actualmente, os municípios e os operadores de mobilidade urbana precisam de muito conhecimento e recursos para criar sistemas autónomos de transporte de passageiros. Aqui, a ZF apoia com o seu conhecimento de projeto e a sua rede de serviços. "A nossa solução está disponível e pode dar um contributo imediato para a redução das emissões relacionadas com o tráfego local", explica Torsten Gollewski, Head de Sistemas de Mobilidade Autónoma da ZF.

Pacote completo elimina preocupações para cidades e passageiros As ofertas da ZF são muito abrangentes: O grupo tecnológico fornece os sistemas de transporte, ajuda a criar o layout da rota, acompanha a instalação e colocação em funcionamento dos sistemas de transporte, e oferece serviços de apoio – e, se necessário, a reparação. A ZF também aconselha sobre software de gestão de frotas ou soluções de conectividade que garantam a ligação à infraestrutura de tráfego – como semáforos e ecrãs de velocidade – bem como comunicação com os passageiros através de apps.

Metrópoles ou cidades de média dimensão também podem melhorar significativamente a sua ligação às áreas rurais próximas. As linhas ferroviárias abandonadas podem ser convertidas em rotas autónomas de transporte - a custos significativamente mais baixos do que seriam incorridos pela construção e activação de veículos ferroviários eléctricos.

Os sistemas de transporte autónomo em faixas de rodagem segregadas também são particularmente actrativos para os passageiros, uma vez que não há atrasos devido aos engarrafamentos - em contraste com a condução com robo-táxis, que atravessam estradas congestionadas com utentes regulares. Graças à alta frequência e pontualidade dos shuttles autónomos, muitos passageiros chegam ao seu destino de forma rápida e confortável. Isto reduz a densidade dos veículos no interior das cidades e oferece uma alternativa altamente satisfatória aos modos de transporte actuais.

Rede poderosa
Com a próxima geração de shuttles autónomos, a ZF pode abranger outras aplicações - como a operação de shuttle autónomo em vias especialmente designadas e como participante regular no tráfego geral da cidade.Com a DB Regio, a ZF ganhou um parceiro que complementa as preocupações e planos das empresas de transportes municipais ou associações de transportes regionais com shuttles autónomos. "Com a ZF, a DB Regio Bus tem ao seu lado um forte parceiro tecnológico para fortalecer os transportes públicos com shuttles elétricos, autónomos e flexíveis. Estamos a perseguir um objetivo comum: aliviar as estradas em metrópoles, cidades e comunidades e tornar os transportes públicos locais livres de emissões", diz Frank Klingenhöfer, Membro do Conselho de Administração da DB Regio Bus. Em breve serão anunciadas novas parcerias, por exemplo, para locação e financiamento das frotas de veículos.

Com esta nova oferta, a ZF está a reforçar ainda mais a sua posição global líder em tecnologia de mobilidade. Por exemplo, graças à sua organização pós-venda, que está ativa com mais de 10.000 oficinas de serviço em 115 países, a ZF também pode fornecer manutenção e serviço para shuttles autónomos em praticamente todo o mundo. A ZF também conta com a rede de parceiros de desenvolvimento. Por exemplo, a empresa também trabalha em estreita colaboração com a Oxbotica. A ZF detém uma participação de 5% na startup britânica de alta tecnologia. A Oxbotica fornece o software para funções de condução autónoma, que podem ser integradas no supercomputador ZF ProAI e também funciona nos sistemas de transporte autónomo.


Tags

Recomendamos Também

Revista
Assinaturas
Faça uma assinatura da revista EUROTRANSPORTE. Não perca nenhuma edição, e receba-a comodamente na usa casa ou no seu emprego.