Metropolitano de Lisboa recebe três propostas

23 junho 2020
1min.

O Metropolitano de Lisboa recebeu três propostas referentes ao concurso público internacional, com vista à celebração do contrato relativo à execução da empreitada de projecto e construção dos toscos respeitante à construção entre a Estação Santos e o término da Estação Cais do Sodré (lote 2).

---

Este concurso, lançado pelo Metropolitano de Lisboa (ML),  enquadra-se no âmbito da concretização do plano de expansão da rede com um custo base de 90 milhões de euros, para o prolongamento das linhas Amarela e Verde Rato/Cais do Sodré, viabilizando a criação de um anel envolvente na zona central da cidade de Lisboa, tendo por base vários estudos realizados entre 2009 e 2017 que apontaram como prioritário este prolongamento.

O contrato para a construção do lote 1, referente à execução dos toscos entre o término da Estação Rato e a Estação Santos, foi assinado a 6 de M aio com a ZAGOPE - Construção e Engenharia, S.A., com o valor de € 48.624.000 (quarenta e oito milhões seiscentos e vinte e quatro mil euros), acrescido de IVA à taxa legal em vigor e aguarda emissão de visto prévio pelo Tribunal de Contas.

O contrato para o lote 3, respeitante à construção de dois novos viadutos sobre a Rua Cipriano Dourado e sobre a Av. Padre Cruz, na zona do Campo Grande, prevendo a ampliação da estação do Campo Grande para Nascente, aguarda entrega de propostas até 21 de Agosto.

O investimento total previsto para esta fase de expansão do Metropolitano de Lisboa é de 210,2 M€, cofinanciado em 127,2 M€ pelo Fundo Ambiental e em 83,0 M€ pelo Fundo de Coesão, através do POSEUR - Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

Leia o Nº116 da Revista Eurotransporte AQUI


Tags

Recomendamos Também

Revista
Assinaturas
Faça uma assinatura da revista EUROTRANSPORTE. Não perca nenhuma edição, e receba-a comodamente na usa casa ou no seu emprego.