2017 foi o melhor ano da Kia em Portugal

10 janeiro 2018
4min.

A KIA registou um total de 5489 unidades vendidas, um crescimento de 13,3% face a 2016 e que quase duplicou a subida do mercado nacional de ligeiros de passageiros, que se situou nos 7,1%.

Stonic

Este volume de vendas corresponde a outro feito histórico, já que a Kia conquistou uma quota de 2,5% do mercado que, comparada com os 2,3% do ano anterior, confirma o caminho de crescente afirmação da marca junto dos consumidores portugueses.

João Seabra, director-geral da Kia em Portugal, destaca os resultados, mas considera que eles contam apenas uma parte da realidade vivida hoje pela marca no nosso país: “Mais do que os números, é a forma como os alcançámos que nos deixa especialmente satisfeitos”, refere, para explicar que “2017 fica marcado pelo sucesso com que a Kia entrou em novos segmentos de mercado, naquele que foi um ano recorde no número de lançamentos e que confirmou de forma muito clara a dinâmica de marca que alimenta o sucesso da Kia, não só em Portugal, como em todo o mundo”

O ano de 2017 assistiu à chegada do Stinger, o Kia mais potente de sempre e que traduz a entrada da marca na classe dos Coupés de 4 portas de segmento D, um território até aqui reservado às marcas premium. Ao mesmo tempo que surpreendia o mercado com este tipo de propostas eminentemente emocionais, a marca mostrava também a sua capacidade de diversificação ao reforçar a aposta nas motorizações ecológicas, com o lançamento dos novos Niro PHEV e Optima SW PHEV, um impulso decisivo na oferta em híbridos plug-in e que faz com que a Kia apresente hoje uma das gamas de baixas emissões mais completas de todo o mercado português.

A chegada das novas gerações do Rio (+22% de vendas, face a 2016) e do Picanto (+20%, face a 2016) constituem outros dos pontos altos da intensa actividade da Kia em Portugal, num ano cuja retrospectiva não poderia ficar completa sem outro dos marcos fundamentais: a entrada no segmento B-SUV, a classe que mais cresce no nosso país e na Europa. Coube ao Stonic a introdução da Kia neste segmento e os primeiros resultados não podiam ser mais animadores: lançado em final de Outubro, o B-SUV da marca fechou o ano com cerca de 300 unidades comercializadas em apenas dois meses, um ritmo de vendas sem precedentes que deixa indicações muito favoráveis para 2018.

Para além dos modelos e da gama, 2017 foi também o ano em que se assistiu a um importante crescimento nos segmentos de frotas, nomeadamente empresariais, um canal que representou já 37% do total de vendas. Trata-se de uma aposta estratégica encetada há cerca de dois anos pela Kia Portugal e que começa agora a consolidar-se: “Para uma marca como a Kia, esta é uma demonstração de confiança e de competitividade num mercado extraordinariamente difícil e complexo como é o das frotas. A chegada de novos produtos, nomeadamente os PHEV, bem como a formação e a alocação de estruturas qualificadas para lidar com este mercado foram factores decisivos para o sucesso agora alcançado”, explica João Seabra.

A Kia conta actualmente com uma das gamas mais completas em Portugal, indo desde uma proposta do segmento A, o Picanto, até dois modelos distintos no segmento D, como é caso do Sorento (SUV) e Stinger (coupé de 4 portas). No total, são 16 as variantes da gama, incluindo uma proposta eléctrica (Soul EV), um SUV híbrido (Niro) e dois PHEV (Niro e Optima SW). A todos elas é comum a garantia de 7 anos, um exclusivo Kia no mercado.

PR


Tags
Revista
Assinaturas
Faça uma assinatura da revista EUROTRANSPORTE. Não perca nenhuma edição, e receba-a comodamente na usa casa ou no seu emprego.