"A Autozitânia é um mundo de peças ao seu dispor"

10 abril 2019

Conheça Ricardo Venâncio, administrador da Autozitânia, Figura Mais do Suplemento Mais Eurotransporte.

Ricardo Venâncio

Quando era ainda estudante, trabalhava as férias de Verão na Autozitânia, empresa da qual o pai foi um dos sócios fundadores. Cresceu dentro da estrutura, o gosto pelo sector aumentou e hoje personifica a 2.ª geração aos «comandos» da casa, tendo já contribuído para a adaptação da empresa familiar aos novos desafios e realidades.

Informal, realista, dinâmico, com bom humor, são algumas das características que Ricardo Venâncio usa para se descrever. Já no que diz respeito à Autozitânia, quando lhe pedimos para escolher uma palavra para a definir, perguntou de imediato: "só uma?" Concedemos-lhe liberdade de escolha. Prontamente, respondeu: "é um mundo de peças ao seu dispor".

Não consegue viver sem chocolate e gostava de ter a capacidade de voar. Como não se prevê que isso venha a acontecer, confessa que um dos seus sonhos "é mergulhar em todos os oceanos do mundo". O mergulho é uma das actividades desportivas que gosta de fazer e claramente tem uma forte ligação ao elemento água porque, em tempos, também praticou pólo subaquático.

Com 40 anos, trabalha há 19 na Autozitânia, empresa que se dedica à importação e distribuição de peças para veículos automóveis, criada há 33 anos pelo pai, Francisco Neves, em conjunto com outro sócio. Afirma que "gosta de viver o presente" e está focado em manter o legado do pai, sabendo que para que a Autozitânia se destaque no mercado "tem que ser competitiva em termos de preço e oferta".

«O Homem é do tamanho do seu sonho», dizia Fernando Pessoa, e até ter chegado ao lugar de administrador, Ricardo desempenhou várias funções na estrutura da empresa: começou por trabalhar no armazém e depois esteve seis anos ao balcão de uma loja. Questionado se o facto de ser filho de um dos sócios fundadores lhe trouxe dissabores com os restantes funcionários, adianta, em tom de brincadeira, "havia sempre aquele comentário, «lá está o filho do patrão!». Mas sempre fui bem recebido e procurei integrar-me".

Esta passagem por diferentes sectores dá-lhe um maior conhecimento do funcionamento da empresa, mas não nega que "poder aprender com os fundadores, que têm tanta experiência neste mercado, é gratificante, apesar de às vezes não coincidirmos nas ideias".

Ricardo Venâncio

Sendo a 2.ª geração de administradores, em conjunto com o irmão Miguel, garante que já teve de travar "duras batalhas", dando como exemplo o novo armazém, em Odivelas, onde nos recebeu com um sorriso nos lábios e um aperto de mão firme. Há dez anos que está ao leme da empresa e, embora admita que sente "pressão para manter tudo isto em ordem", é com um brilho nos olhos que nos confidencia que "a minha voz começou a ser escutada e já se sentem algumas mudanças".

Criado de raiz, o armazém inaugurado em 2016, conta com 4000 m2, onde trabalham seis dezenas de pessoas em dois turnos, durante 21 horas por dia. Das 170 mil referências que a empresa tem em stock, nas instalações de Odivelas estão 70 mil, com o picking a ser feito através de PDAs e a rota de picking a ser definida por um programa que gere as localizações. "Temos muitos parceiros, e até concorrentes, que já vieram ver o armazém e tenho orgulho nisso. Temos a nossa porta aberta", sublinha.

Convicto de que a "comunicação faz toda a diferença", outra das «lutas» de Ricardo foi criar um departamento de marketing, algo que conseguiu em 2015. "Os sócios fundadores achavam que não era necessário, mas hoje em dia reconhecem que estamos noutro patamar", evidencia, dando provas que "a teimosia", aquele que considera um dos seus maiores defeitos, às vezes até pode ser benéfica. Foi também "difícil convencê-los a investir no online, mas hoje estão rendidos", com 80% dos negócios a serem gerados nessa plataforma.

Mas a vida não é só feita de trabalho e é por isso que, quando chega a casa, se tenta "abstrair e não atendo chamadas, nem vejo emails". Aí aguardam-no a mulher e as duas filhas, de 3 e 6 anos, com as quais gosta "de passar tempo de qualidade". As peças e os carros ficam de lado e Ricardo passa a "brincar com bonecas, às casinhas e à apanhada". São as crianças que o «impedem» de dormir mais ao fim-de-semana, porque "às sete da manhã já estão a dizer: «pai, acorda!»".

Ricardo Venâncio

É também delas que cuida antes de ir para o trabalho, preparando-lhes o pequeno-almoço e levando-as à escola. Chegado ao escritório, não raras as vezes fica "pelo piso 0 e dou uma volta pelo armazém, só para ver como estão as coisas". Aponta como qualidade de líder a capacidade "de ouvir os outros. Hoje em dia tomar decisões sozinho, não funciona". Com 112 funcionários a nível nacional, divididos por quatro armazéns e cinco lojas, gosta que estes sejam "pessoas dedicadas e que se esforcem" e transmite-lhes "o amor à camisola da Autozitânia". Razões pelas quais "a incompetência" o tira do sério e "ter pessoas que assumam a responsabilidade" o deixam descansado. Considera-se amigo do seu amigo e afiança que está disponível para quem queira falar consigo, algo que pudemos atestar enquanto visitávamos as instalações, parando por diversas vezes para cumprimentar quem se cruzava connosco.

Divide a gerência com o irmão e o pai, que "continua muito activo e é dos últimos a sair do trabalho". É com ele que habitualmente almoça, considerando este um dos melhores momentos do dia. Ainda assim, apesar de no escritório estarem apenas separados por um vidro, quando se encontram fora dele as conversas sobre trabalho são inevitáveis.

Encara o facto de a Autozitânia ser uma empresa familiar como "uma grande vantagem. As decisões são tomadas rapidamente, não há perdas de tempo". Consciente de que há ainda margem para melhorar num mercado competitivo como é o do aftermarket, não projecta muito o futuro e é por isso que afirma, entre risadas, que espera "chegar à reforma!".

 

*Texto orginalmente publicado na Edição n.º 108 da Revista Eurotransporte, Suplemento 6.


Tags

Recomendamos Também

Revista
Assinaturas
Faça uma assinatura da revista EUROTRANSPORTE. Não perca nenhuma edição, e receba-a comodamente na usa casa ou no seu emprego.